Sobre mim

«A minha missão nesta vida não é só sobreviver, mas prosperar: e fazê-lo com paixão, alguma compaixão, um pouco de humor e algum estilo.»

Maya Angelou

Quem sou

Olá, eu sou a Mónica Viana, uma cidadã do mundo apaixonada pelo sentido da vida, fascinada pela mente humana e mentora da mudança interior sustentável.

Licenciei-me em Relações Humanas, nos Estados Unidos, concretizei o Mestrado em Psicologia Clínica com especialização nas áreas de Stress, Cultura, Mudança e Adaptação, no Brasil, e várias certificações nas áreas da análise comportamental, gestão emocional, motivação, mudança e alto desempenho, no Brasil e Portugal.

Eu sou natural de Moçambique e a minha história de vida é permeada por inúmeras mudanças e adaptações externas e internas. Migrante várias vezes senti na pele a dor da exclusão, de sentimentos de inadequação, de insegurança, da falta de autoestima e autoconfiança.

Escolhi aprender a transformar as minhas experiências de dor em amor e sabedoria e dedico a minha vida a ajudar mulheres que, como eu, em algum momento, se perderam de si mesmas e querem se reencontrar e alinhar.

Tive o privilégio de conhecer um mestre budista tibetano com quem iniciei os meus estudos aprofundados em psicologia budista, mindfulness e yoga curativo tibetano. A seu convite foi a sua representante, tradutora e organizadora, no Brasil, durante seis anos e orientei um grupo de estudos, fundamentos do budismo tibetano, com os seus alunos.

Cultivo um imensurável sentimento de gratidão pelo meu mestre, por me ter ensinado o caminho de volta a mim mesma, através da bondade, da compaixão e do amor incondicional.   

O que faço

Ajudo mulheres, em processos transitórios, a desenvolverem o seu potencial e transformarem-se na melhor versão de si mesmas.

Processos transitórios de mudança como uma transição de carreira, uma separação ou divórcio, uma mudança de cidade ou país, ou outro tipo de mudança, seja voluntária ou involuntária, são desafiantes porque na sua maioria, põem em causa a nossa estrutura interna. Acredito ser fundamental que um processo transitório de mudança seja alicerçado por uma orientação estruturada e sustentável.

Acredito que cada ser humano é um diamante, precioso demais para estar coberto por sentimentos de tristeza, insegurança, frustração, ansiedade, medo, que nos impedem de acreditar em nós próprios e no potencial que nos habita.

A vida é muito curta, o tempo é um recurso que não se recupera e toda a mulher é merecedora e digna de se sentir plena e feliz em todas as esferas da sua vida.

Estamos todas aqui para crescer, evoluir e nos realizarmos enquanto seres humanos.

 

Quando não estamos alinhadas internamente as influências externas podem nos dominar e causar muita dor, culpa e sofrimento.

Mónica Viana